Image for post
Image for post

Venha ver as estrelas que enfeitam minha janela. Sentir o cheiro de infinito invadindo a porta aberta. Encoste a mão no meu peito. Brilhe a luz dos meus olhos nos seus. Dispa o corpo inteiro. Misture as vontades, me enxergue no breu. Pegue no sono. Durma tranquila. Deitada na varanda. Entre o mar e a rima. E aceite a vontade do tempo em querer nos unir. Um beijo de boa noite. E uma longa vontade de sorrir.

Written by

Entre gritos e gemidos, salvam-se tolos.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store